(011) 4427-5470      contato@cliniqdermatologia.com.br    |   

Janeiro Roxo: mês de conscientização sobre a hanseníase

Janeiro é o mês de falarmos sobre uma das doenças mais antigas do mundo: a hanseníase.

Doença infectocontagiosa, que afeta primariamente a pele e os nervos, a hanseníase é causada por uma bactéria e transmitida de uma pessoa a outra por meio de gotículas da fala, tosse, espirro e secreções nasais.

A doença, ao longo da história, foi associada a estigmas sociais e isolamento. É crucial compreender que a doença não é motivo de exclusão, e as pessoas que a têm merecem apoio e compreensão. A hanseníase não é sinônimo de incapacidade ou contagiosidade descontrolada. Inclusive, assim que a pessoa inicia o tratamento, ela para de transmitir a doença.


E como identificar a hanseníase? É só ficar de olho nos sinais e sintomas abaixo:

Manchas esbranquiçadas, amarronzadas e avermelhadas na pele, com alterações na sensibilidade;
Caroços;
Dormência, fisgada ou formigamento nos membros;
Perda de pelos e redução da transpiração em algumas regiões do corpo;
Inchaço e dor nas mãos e nos pés;
Olhos ressecados.

Diante de algum sinal/sintoma acima, busque ajuda médica. A hanseníase pode ser curada!

Fonte: Medical Site

Agende sua consulta!